Governana Corporativa e Gesto de Pessoas: uma combinao de sucesso

Certamente você já ouviu falar em governança corporativa e em gestão de pessoas. Esses dois termos podem parecer distantes e complexos, mas, acredite, eles estão mais conectados do que possa imaginar. Neste artigo, vamos explorar a relação entre governança corporativa e gestão de pessoas, apresentando como essa combinação pode ser fundamental para o êxito de uma Organização, seja ela Pública ou Privada.

 

Antes de aprofundarmos nesse assunto, faz-se mister entender o que cada um desses termos significa.

 

A governança corporativa é um conjunto de práticas e diretrizes que visam garantir a transparência, a ética e a responsabilidade nas decisões e ações de uma Organização.

 

Tem como principal objetivo fornecer subsídios para que a sociedade possa atestar o tipo de Organização com a qual se relaciona.

 

Já a gestão de pessoas é a área responsável por manter alinhadas as demandas das pessoas com as metas e estratégias organizacionais. Isso quer dizer que pessoas vêm antes de resultados, e são exatamente elas que viabilizam a implantação de uma estratégia, ou até mesmo as funções básicas de uma Organização.

 

Agora que já temos uma base, vamos pensar juntos. Uma empresa que adota boas práticas de governança corporativa está preocupada em tomar decisões de forma transparente e ética, levando em consideração não apenas os interesses dos acionistas, mas também dos colaboradores e demais partes interessadas. E é aí que entra a gestão de pessoas.

 

Uma gestão de pessoas eficiente valoriza os colaboradores como um dos principais ativos da empresa. Isso significa que eles são tratados com respeito, têm oportunidades de desenvolvimento, são ouvidos e têm suas necessidades atendidas.

 

Quando os colaboradores se sentem valorizados, se engajam mais, estão mais dispostos a contribuir com ideias e esforços para a Organização lograr êxito.

 

É justamente nesse contexto que a gestão de pessoas faz total diferença na implantação de uma governança corporativa. Por meio dela, colaboradores podem ser orientados e direcionados a agir de forma transparente, ética, ágil e dentro das estratégias definidas, e isso é conseguido em função de uma gestão de pessoas eficiente, conduzida especialmente pelas lideranças. Evidentemente, isso irá se refletir nas ações tomadas por essas pessoas diariamente e ao longo do tempo.

 

Quando os colaboradores se sentem motivados, estão mais propensos a buscar a excelência em suas atividades, a se dedicar e a buscar soluções inovadoras para os desafios enfrentados pela Organização pois sentem-se parte e têm orgulho disso. Ou seja, uma boa governança corporativa permite que a gestão de pessoas seja realmente aplicada e com resultados.

 

Quando a Organização tem uma estrutura sólida, com processos claros e transparentes, os gestores têm mais liberdade para tomar decisões que beneficiem os colaboradores. Além disso, a governança corporativa também garante que as políticas de gestão de pessoas sejam implementadas de forma justa e equitativa.



Portanto, podemos concluir que a governança corporativa e a gestão de pessoas são duas faces da mesma moeda. Uma converge para a outra. A governança corporativa e a gestão de pessoas caminham juntas.